terça-feira, 17 de abril de 2018

Esse é um projeto novo dentro do Boilermaker e a intenção é trazer recitais ou leituras ambientadas de algumas obras conhecidas. Para começar, "O Sombra" recita o célebre poema "O Corvo" de Edgar Allan Poe fazendo uma simbiose entre as traduções de Fernando Pessoa e Machado de Assis para a língua portuguesa. A intenção é trazer mais Poe por aqui, mais obras semelhantes também. Espero que curtam

CLIQUE PARA OUVIR O EPISÓDIO NO SITE
abril 17, 2018   Posted by Jim Duran in , , , , , , with 4 comments

4 comentários:

  1. Nevermore! Nevermore!
    A escolha do poema, a voz, a interpretação e os efeitos sonoros estão impecáveis! Continue. Vms espalhar poesia nesta internet. Bj

    ResponderExcluir
  2. Eu era bem novo quando li O Corvo a primeira vez, e fiquei extasiado em viajar por seu tema e construção perfeitos. Agora, ouvindo-o declamado tão bem, viajei ainda mais. Parabéns, ficou muito phoda!

    ResponderExcluir
  3. Mais um trabalho maravilhoso do no Vagabundo Iluminado, trazendo essa obra prima do Poe nos colocando em um ambiente imersivo absurdo.
    Sentei em meu quarto com a luz apagada e me deixei entrar no clima do poema, o ritmo da leitura, a música de fundo, e todo o trabalho de sonoplastia me levou direto à situação descrita.
    E é claro nosso poeta Jim Duram com seu ritmo na declamação do poema é algo que só quem sabe pode fazer.
    Parabéns pelo belíssimo trabalho e quem sabe um William Blake não aparece por aí.
    Abraços e obrigado por me proporcionar uma experiência maravilhosa.

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado assim que for aceito pela moderação

Search